Passo a passo para otimizar o seu fluxo de caixa na prática




Um dos principais desafios de pequenos a grandes empreendimentos é o bom controle do fluxo de caixa.


O fluxo de caixa nada mais é do que o registro de todo o dinheiro que entra e sai de uma empresa, mas para otimizá-lo é preciso muito mais do que apenas acompanhar essas movimentações.


Um fluxo de caixa utilizado em sua máxima capacidade permite que o empresário controle gastos, otimize a entrada de dinheiro e saiba organizar as finanças para obter o melhor lucro.


Portanto, confira agora um passo a passo para otimizar o seu fluxo de caixa! 😃


7 passos para otimizar o seu fluxo de caixa 💰


1. Controle diariamente as suas movimentações financeiras


Pode parecer chato, mas controlar as suas movimentações diariamente é fundamental para evitar erros e se tornar cada vez mais assertivo.


Esse controle diário também é importante para analisar quanto de materiais ou produtos são gastos por dia, assim como quanto será gasto para repor junto aos fornecedores, por exemplo. Tudo feito com antecedência. 😉


2. Registre tudo que entra e sai


Não importa se você vai gastar R$ 1,00 ou R$ 1.000,00, é muito importante registrar tudo que entra e sai da sua empresa.


Essa é a melhor maneira de saber o que pode estar tornando certos processos mais caros e, assim, saber onde economizar e melhorar o faturamento. 👍


3. Separe as movimentações por categorias


Separar as movimentações apenas por “gastos” e “ganhos” é muito amplo e simples, o que não torna o seu fluxo de caixa assertivo.


Categorizar as entradas e saídas em diferentes grupos é fundamental para determinar quais são os principais tipos de despesas e receitas e de onde elas vêm. Dessa forma, você saberá exatamente como utilizou os recursos. 👏


4. Cuidado com as vendas a prazo


Nem toda venda significa recebimento imediato do dinheiro, como as vendas a prazo, por exemplo.


Portanto, nesse caso, lembre-se de registrar vendas a prazo somente quando o dinheiro cair, de fato, na conta da empresa. 🗓️


5. Gerencie o seu estoque periodicamente


Um fluxo de caixa otimizado é sinônimo de mais vendas. Isso exige um estoque bem organizado, sempre evitando o desperdício.


A falta de produtos no estoque faz com que uma empresa perca dinheiro e esse dinheiro poderia ser utilizado na compra dos produtos em falta.


Todo esse problema empurra os clientes para a concorrência e deixá-los conhecer a concorrência pode ser um problema. 😔


6. Não demore para cobrar clientes inadimplentes


Apesar de ser um assunto bastante delicado, é preciso agir com calma e eficiência em prol da saúde financeira da sua empresa.


Clientes inadimplentes prejudicam o seu fluxo de caixa e tornam o seu controle ainda mais complicado, por isso, esteja sempre em dia com a recuperação de crédito. 🤝


Uma dica é contratar uma empresa externa ou uma pessoa para fazer a cobrança, pois assim desvincula ao nome da empresa, evitando possíveis situações constrangedoras. Assim, não receberá ligação de clientes falando sobre pagamentos, e se receber, basta dizer que quem cuida é outra empresa ou outra pessoa.


7. Conte com um sistema de gestão financeira


Se você chegou até aqui, deve estar pensando que otimizar o fluxo de caixa é bastante complicado, não é mesmo? 🤔


Bom, se você for fazer tudo isso na mão e todos os dias, de fato, pode ser bem trabalhoso. Entretanto, a boa notícia é que você pode contar com um sistema de gestão financeira para isso.


Aqui na Betel, por exemplo, utilizamos um software inteligente que concentra diversas informações do seu fluxo de caixa, automatiza processos e você acessa de maneira prática e rápida. 😉


👉 Clique aqui e entre em contato conosco para não ter mais dores de cabeça com o seu fluxo de caixa. Será um prazer ver o seu negócio prosperar!


13 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo