Os melhores modelos para fazer distribuição de lucro

📑 Nesse texto você vai ler:

Os melhores modelos e as melhores formas de fazer distribuição de lucros.


Esse conteúdo também está em vídeo:





A primeira dica é: tenha uma contabilidade 100% perfeita. 🎯


O que isso significa? 🤔

Significa que o fluxo contábil deve estar bem redondinho:


- Seu negócio prestou o serviço ou vendeu o produto

- Teve emissão de NF

- O dinheiro entrou pelo banco

- Foi gerado o imposto

- O imposto foi pago

- O dinheiro teve saídas comprovadas (nota fiscal ou cupom fiscal)


A segunda dica é: defina o período da sua distribuição de lucros. 🗓️


Essa distribuição pode ser mensal, trimestral, semestral, anual.

Você escolhe o período baseado no Regime Tributário de seu negócio e com como está descrito em seu Contrato Social.


É muito importante que o Contrato Social tenha descrito a forma de distribuição de lucro, a periodicidade e se será de acordo com o Quadro Societário ou não.


👉 Por exemplo:


Aqui na Betel temos o Contrato Social composto por 99% das cotas para 1 sócio e 1% para outro sócio. Mas isso não necessariamente quer dizer que a distribuição de lucros será de 99 para 1. A distribuição de lucros pode ser definida independente das cotas. 👩‍💼👨‍💼 No Contrato Social você descreve essa distribuição de uma maneira que faça sentido para seu negócio. Isso deve ser combinado previamente entre os sócios e participantes dessas cotas.


Outra dica: Não confunda distribuição de lucros com Pró-labore. 💰


Distribuição de lucros é o resultado das entradas e saídas, que é descrito na DRE como lucros ou prejuízos no período. Já Pró-labore é o “salário” mensal fixo para que os sócios trabalhem e exerçam suas funções.


Para negócios que são optantes pelo simples nacional isso é feito através da chamada “antecipação de distribuição”. Você registra suas retiradas de lucros de forma antecipada para quando acontecer o ajuste anual, você diga se aquele valor que você retirou foi suficiente, ou se falta tirar mais algum valor, ou se o que você tirou foi a mais.


É importante que você faça isso dentro de um acordo entre os sócios, 🤝 mas também levar essas definições para o contrato social 📄 do negócio, deixando tudo devidamente descrito e explícito, bem acordado entre todas as partes.


Interessante é saber que a distribuição de lucros é isenta de imposto de renda. Após calcular as receitas e despesas do negócio, o saldo você retira em forma de distribuição de lucros para sua pessoa física e ela acaba sendo isenta de qualquer imposto de renda.


🔥 E aqui vai um resumo geral das dicas:


  1. Defina as regras de distribuição de lucros em seu contrato social.

  2. Defina o regime tributário para que você possa fazer a distribuição da melhor forma.

  3. Não tire todo dinheiro da empresa: ela precisa ter um caixa, precisa de dinheiro para sobreviver. Deixe um caixa separado na hora de pensar nessa distribuição.

  4. Conte com seu contador e tire todas essas dúvidas com ele.


Hoje vou ficando por aqui. 🏃

Qualquer dúvida é só entrar em contato com a Betel! 😀


Lucas Gurgel

CEO Betel Contabilidade



8 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo