Qual a diferença entre profissional liberal e autônomo?

Esses dois termos causam muita confusão. Às vezes até são usados como sinônimos. Então vamos esclarecer aqui a diferença entre profissional liberal e profissional autônomo.

Quem pode ser considerado profissional liberal?

O profissional liberal tem formação técnica em determinado ramo / área do conhecimento, que pode ser obtida pela graduação ou curso técnico. Ele é registrado em um conselho de classe ou ordem – como OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) e pode trabalhar como pessoa física com vínculo trabalhista ou autônomo. Ou ainda como pessoa jurídica com CNPJ.

Quais são os tipos de profissionais liberais?

Todas as profissões regulamentadas podem abrigar os profissionais liberais. Alguns exemplos de profissionais liberais são:

  • Médico

  • Dentista

  • Corretor de imóvel

  • Arquiteto

  • Advogado

  • Jornalista

  • Engenheiro

  • Administrador

  • Assistente social

  • Contabilista

  • Corretor de seguros

O que é um profissional autônomo? O autônomo se dedica a uma atividade de maneira independente, sem precisar de formação acadêmica ou técnica na área nem registro em órgão de classe.

Além disso, o autônomo não trabalha com vínculo empregatício sob o regime da CLT, já que presta o serviço de forma livre, podendo atuar em diversos segmentos. A maior parte da carga tributária está ligada à renda e previdência. O autônomo também precisa contribuir com o INSS e ISS.

O trabalho autônomo para ter garantias e poder receber através de RPA (recibo de pagamento autônomo) deve ser registrado nas prefeituras. Dessa forma o profissional autônomo informa qual a sua atividade e recebe autorização do órgão público para exercê-la.

Alguns exemplos de profissionais autônomos são:

  • Pintores

  • Eletricistas

  • Vendedores

  • Designers

Entendeu a diferença?

Se tiver alguma dúvida sobre esse, ou outros assuntos, é só falar comigo!

WhatsApp do Lucas

Lucas Gurgel CEO Betel Contabilidade

9 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo